Pudim de Leite Condensado

Pudim de Leite Condensado

Postagem atualizada em 12/02/2014

Escrevi a postagem em um dia que preparei um Pudim de Leite Condensado para o aniversário do meu sogro, há 3 anos. Neste período ainda não há sobremesa que traga mais sorrisos aqui em casa. Continuo preparando exatamente da mesma forma, afinal, sempre recebo muitos elogios!

A receita é bem simples e econômica, do próprio Leite Moça, disponível no site da Nestlé e que sempre faz sucesso. A parte mais difícil é a calda de caramelo, muitas pessoas perguntam sobre ela, e aqui tem um passo a passo. Em breve uma postagem exclusiva com a calda de caramelo, que fica maravilhosa em outras receitas.

 

Pudim de Leite Condensado
Rendimento: 1 pudim médio, serve bem até 10 pessoas

Ingredientes
Calda de Caramelo
220g ou 1 xícara de açúcar refinado
120ml ou 1/2 xícara de água fervente

Pudim
1 lata de Leite Condensado Moça – devo confessar que sou fiel ao Leite Moça
2 medidas (da lata) de leite 
3 ovos

Preparo
Pré-aqueça o forno a 180*C e coloque uma chaleira com água para ferver.

Inicie o preparo da calda, para que, enquanto o pudim é preparado, ela possa esfriar um pouco.

Calda
Na própria forma do pudim, colocar o açúcar.

Derreter em fogo baixo, mexendo sempre, até ficar dourado e com textura lisa.

 

Colocar a água fervente com cuidado e mexer com uma colher de cabo longo (preferência madeira) até dissolver todo o caramelo na água.

 

Quando colocamos a água na calda, parece que ela estragou, pois não mistura logo de cara, mas é assim mesmo.

 

Deixar em fogo baixo até a mistura ficar homogênea.

 

Pudim
Colocar os ovos, o leite condensado e as duas medidas de leite no liquidificador e bater por 3 minutos.

Os ingredientes

Montagem
Espalhar bem a calda pelas laterais da forma e acrescentar a mistura do liquidificador.

Assar em banho-maria, coberto por papel alumínio, em forno médio-baixo, pré-aquecido a 200°C, por 1h. Após 40 minutos, retire o papel alumínio para que o pudim doure. Vá observando a cocção, pois há variações de temperatura entre os fornos. Ele estará pronto quando estiver mais douradinho por cima e o palito de madeira sair seco – aquela mesma técnica que usamos em bolo. Mas veja bem, o pudim vai ficar mais firme na geladeira, portanto, nada de desespero se ele parecer mole demais.

Também é possível cozinhar o pudim direto na chama do fogão, em banho-maria, dentro de uma panela. Basta cobrir a forma com papel alumínio para evitar respingos. O tempo de cocção é bem menor que no forno, mas eu, particularmente, não gosto de preparar assim.

Já ouvi que o pudim correto é aquele sem os furinhos, pois os furinhos significa que o pudim ficou tempo demais no forno. Para mim não faz muita diferença, para alguns, é a melhor parte… Como Sr. Meu Marido A-D-O-R-A os furinhos, então meu pudim tem furinhos… 😉

 

 

Dica: O ideal é preparar na véspera, para que ele fique bem geladinho e firme. O difícil é segurar a vontade!

Print Friendly

Comente via Facebook

comentário(s)

, , , , , , , ,

Trackbacks/Pingbacks

  1. Calda de Caramelo Perfeita | Amélia com Vaidade - 28 de setembro de 2015

    […] Daniela Prytoluk | 0 Comments Uma das postagens mais acessadas do Amélia com Vaidade é o Pudim de Leite Condensado, mas nem sempre pelo pudim, muitas vezes é pela calda de caramelo. Agora temos uma postagem […]

  2. Pudim de Coco com Cocada Branca | Amélia com Vaidade - 28 de setembro de 2015

    […] a receita simples, ficou tão deliciosa que talvez venha a substituir o tradicional e aclamado Pudim de Leite Condensado (receita eternamente dos top 10, aqui). Confesso que morri de medo, já que era um pedido para o […]

Deixe seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: